Seleção holandesa não permitirá que Van Basten treine o Ajax

Presidente da Federação diz que treinador não pode trabalhar em dois lugares ao mesmo tempo

Efe,

08 de outubro de 2007 | 11h15

A Federação Holandesa de Futebol não permitirá que o técnico da seleção, Marco van Basten, treine também o Ajax, "nem por 100 milhões de euros", advertiu o presidente da entidade, Henk Kessler, segundo o jornal De Telegraaf. A imprensa holandesa afirma que o Ajax poderia oferecer a Van Basten o posto de treinador para substituir Henk Ten Cate mesmo se o primeiro continuasse como técnico da seleção da Holanda. "Nem por 100 milhões de euros [cerca de R$ 260 milhões] aceitaremos isso", afirmou o presidente da Federação Holndesa. "O técnico não pode fazer duas coisas ao mesmo tempo", acrescentou. Marco van Basten tem contrato como técnico da seleção holandesa até julho de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
Seleção holandesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.