Seleção motiva recuperação de Amoroso

De olho no futuro e ainda sonhando defender o Brasil na Copa da Alemanha, em 2006, o atacante Amoroso, do Borussia Dortmund, iniciou nesta quinta-feira o seu trabalho de recuperação na clínica Phsio Sport, do fisioterapeuta Nivaldo Baldo, em Campinas. Ele tem o prazo de seis semanas para se recuperar de uma lesão no ligamento colateral do joelho direito. ?Nunca escondi de ninguém que meu sonho é disputar o Mundial e a chance maior é mesmo na Alemanha, país onde jogo, conheço os estádios, o clima e os hábitos dos jogadores e da torcida", disse Amoroso, lembrando ainda as palavras de Zagallo, coordenador técnico da seleção brasileira, antes da Copa de 2002. ?Naquela época, ele disse que faltava na seleção o Zé Roberto e o Amoroso, então acho que é muito importante porque ele é o braço direito do Carlos Alberto Parreira", comentou o atacante, citando que Zé Roberto já esteve presente na relação dos dois primeiros jogos das Eliminatórias, contra Colômbia e Equador. Revelado pelo Guarani no início dos anos 90, Amoroso, de 29 anos, participou do grupo da seleção que conquistou a Copa América, em 1999. Nivaldo Baldo acha importante que o atacante ?enxergue adiante e tenha objetivos nobres em defender a seleção". Segundo ele, o lado psicológico é altamente positivo na recuperação de qualquer atleta. ?A recuperação depende, mais do que nunca, do esforço individual de cada um". Em Campinas, o atacante vai ter também o apoio da mulher e dos filhos. Amoroso chegou ao Brasil na quarta-feira quando realizou uma série de exames, inclusive o de ressonância magnética. A previsão de retorno é de oito a 12 semanas, mas ele tentará ficar bom em seis semanas, prazo que conseguiu do seu clube para ficar no Brasil. A sua rotina diária neste período será de exercícios durante oito horas, inclusive nos finais de semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.