Arquivo/AE
Arquivo/AE

Seleção não repetirá os erros de 2006, diz Ricardo Teixeira

Presidente da CBF não poupou críticas aos jogadores da Copa da Alemanha; 'Pelo time, foi uma decepção'

Rodrigo Petry, Agencia Estado

17 de agosto de 2009 | 13h32

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, voltou a criticar nesta segunda-feira o grupo de jogadores que defendeu o Brasil na Copa da Alemanha. Em evento em São Paulo, para anunciar o Grupo Pão de Açúcar como novo patrocinador da seleção brasileira, ele avisou que os erros cometidos em 2006 não serão repetidos no Mundial de 2010, na África do Sul.

Veja também:

linkCBF admite que BNDES pode financiar estádios da Copa 2014  

linkPão de Açúcar é o novo patrocinador do time até a Copa do Mundo

 

"O que aconteceu em 2006 certamente não voltará a acontecer mais com a seleção. Pelo time que tínhamos, aquela seleção foi uma grande decepção", disse Ricardo Teixeira, explicando que "faltou espírito de luta e grupo" aos jogadores na Copa da Alemanha, quando o Brasil entrou como grande favorito e foi eliminado nas quartas de final.

Durante o evento desta segunda-feira, o empresário Abílio Diniz, do Grupo Pão de Açúcar, chegou a cobrar uma nova postura da seleção brasileira na Copa de 2010. "A seleção vai ter uma postura diferente de 2006. Se for para ter erros, que sejam novos. Se não ganhar, vamos nos colocar como homens e sair com a cabeça erguida", afirmou.

Ricardo Teixeira garantiu que o técnico Dunga não permitirá que a postura de 2006 volte a acontecer na próxima Copa. "O Dunga só manterá jogadores que queiram jogar e façam esforço para jogar", disse o presidente da CBF, que já tinha criticado anteriormente o grupo da seleção brasileira que disputou o último Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.