Alexandre Loureiro/CBF
Alexandre Loureiro/CBF

Seleção olímpica dá goleada no encerramento da preparação para o Pré-olímpico

Time comandado por André Jardine venceu a Portuguesa-RJ em confronto realizado na Granja Comary

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2020 | 21h46

A seleção olímpica encerrou com goleada o período de treinamento em Teresópolis visando o Pré-Olímpico que será disputado na Colômbia, a partir do próximo domingo. Em jogo-treino disputado com a equipe da Portuguesa-RJ, o time do técnico André Jardine venceu pelo placar de 7 a 0. A delegação brasileira embarca para o país vizinho nesta quarta-feira.

Diante de um pequeno público - composto por familiares de jogadores e algumas crianças que conseguiram adentrar na sempre restrita Granja Comary -, a seleção não encontrou nenhuma dificuldade para impor seu ritmo. André Jardine mandou a campo o time considerado reserva no primeiro tempo, que encerrou a etapa vencendo por 3 a 0.

Os gols foram marcados por Yuri Alberto, Bruno Tabata e Reinier. Os titulares atuaram na segunda etapa e, com destaque para o atacante Paulinho, que marcou duas vezes e deu uma assistência, fizeram mais quatro. Matheus Cunha e Antony marcaram os outros dois.

"O importante foi o desempenho. O resultado foi parte de um desempenho muito melhor, mas com ele a confiança e o ritmo vêm", avaliou o meio-campo Maycon. O jogador do Shakhtar Donetsk também elogiou o grupo. "A ideia de time ele (Jardine) já deve ter na cabeça. Ele deu oportunidade para todo mundo, a gente tem um grupo forte, qualificado, todos vêm jogando pelos seus clubes. Não são só os 11 que vão começar que vão definir."

O técnico também se mostrou satisfeito com a goleada. Ele conseguiu respirar um pouco mais aliviado com a defesa - o zagueiro Walce, titular da equipe, foi cortado por lesão, mas nesta terça os reservas Nino e Bruno Fuchs tiveram bom desempenho.

Sobre o corte de seu defensor, Jardine disse que o grupo perdeu "um de seus líderes". O treinador deverá anunciar o substituto de Walce até o fim de semana. "A gente lamenta muito (a lesão do Walce). Eu quero deixar um grande abraço pra ele, é um atleta que tem uma postura impecável, um nível de profissionalismo exemplar, era um dos líderes de nossa equipe. A gente lamenta demais", comentou.

"Estamos pensando com calma (no substituto), temos prazo até um dia antes da estreia para fazer essa substituição. Estamos analisando bem as opções que a gente têm, temos atletas de bom nível que estão de férias, outros que estão voltando. Estamos analisando bem."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.