Seleção: Parreira tem duas dúvidas

O técnico Carlos Alberto Parreira comanda na tarde desta sexta-feira o primeiro e único treino coletivo da Seleção Brasileira que no domingo enfrenta o Paraguai em Porto Alegre, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O técnico confirmou ter duas dúvidas - uma na zaga e outra no meio campo. Parreira ainda não escolheu o companheiro de Lúcio no miolo da zaga. Está em dúvida se começa a partida com Roque Junior ou com Juan. O mais provável é que opte peplo primeiro. No meio-de-campo o problema é outro. Se pudesse, escalaria o volante Emerson, mas o jogador da Juventus se apresentou no início da semana com problemas no púbis e teve de realizar treinamentos físicos específicos. Ele vai iniciar o coletivo de hoje à tarde e, se não sentir nada, joga. Caso contrário, será substitúído por Gilberto Silva.Nas demais posições, a equipe está definida. O Brasil deve iniciar a partida com Dida; Belletti (Cafu cumpre suspensão), Lúcio, Roque Jr (Juan) e Roberto Carlos; Emerson (Gilberto Silva), Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho; Robinho e Adriano.Parreira considera a partida contra o Paraguai de fundamental importância. Avalia que uma vitória domingo, praticamente garante a vaga do Brasil no Mundial de 2006. Por conta disso, exige concentração total. Foi por isso que cortou Ronaldo - que pediu para ser dispensado apenas da Copa das Confederações. O técnico considerou que o atacante não estava concentrado na Seleção como deveria por estar envolvido em problemas particulares. E não é só isso. Na seqüência, o Brasil enfrenta a Argentina em Buenos Aires e o treinador reconhece que será muito complicado vencer na casa do adversário. Por fim, Parreira lembrou que o Brasil não vence Paraguai desde agosto de 2001. ?Está mais do que na hora de acabar com esse tabu?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.