Seleção: público é menor que esperado

Pouco antes da abertura dos portões, às 19 horas, o clima era de tranqüilidade nas imediações do estádio do Morumbi, em São Paulo, onde, logo mais às 21h40, o Brasil enfrenta a seleção do Peru pela 13ª rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002. Segundo estimativa da Federação Paulista de Futebol, cerca de 40 mil ingressos já foram vendidos. Com exceção das arquibancadas azul e vermelha, há bilhetes para todos os setores. A Polícia Militar espera a presença de 50 mil torcedores, no máximo, segundo avaliação do comandante do 2º Batalhão, Major Marinho. Foram colocados à venda 80 mil ingressos no total. A segurança será feita por 450 policiais, sendo 205 dentro do estádio e 245 fora. Todos os portões foram liberados para o torcedor brasileiro, exceto o de número 18, reservado à torcida peruana. A Federação alerta que não será permitida a entrada de torcedores vestindo camisa de clube. As bilheterias do Morumbi ficam abertas até as 21 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.