Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Seleção reforça cuidados com Paulinho em treino final para o jogo com a Bélgica

Jogador do Barcelona apresenta desgaste pela falta de férias há um ano e meio

Ciro Campos, enviado especial / Kazan, O Estado de S.Paulo

05 Julho 2018 | 13h02

A comissão técnica da seleção brasileira demonstrou nesta quinta-feira ter atenção especial à parte física do meia Paulinho. Desgastado pela falta de férias há um ano e meio, o jogador realizou uma sessão de fisioterapia mais longa e foi um dos últimos a se juntar aos colegas no gramado para a atividade no Central Stadium, em Kazan, o último trabalho antes da partida com a Bélgica, nesta sexta-feira, às 15 horas (de Brasília), na Arena Kazan, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

+ Tite confirma volta de Marcelo à seleção para jogo com a Bélgica

+ Tite se diz mais tranquilo com desempenho do Brasil e vê seleção em crescimento

+ Miranda elogia setor ofensivo da Bélgica e avisa: 'Não é só o Lukaku'

O jogador foi ao gramado de tênis e passou a parte inicial do treino sob atendimento do fisioterapeuta da seleção, Bruno Mazziotti. Paulinho é um dos atletas que mais apresenta desgaste e nesta Copa acabou substituído nos quatro jogos realizados pelo Brasil. O técnico Tite confirmou nesta quinta-feira a preocupação, mas explicou que na partida com o México tirou o jogador de campo por ele ter recebido uma pancada.

O meio-campista do Barcelona não tira férias desde o começo de 2017, quando ainda estava no Guangzhou Evergrande, da China. Desde então, emendou jogos pelo time asiático com a transferência ao Barcelona, sem conseguir tirar um período mais longo de descanso. A comissão técnica monitora a situação do atleta desde o começo dos preparativos da seleção, em 21 de maio, ainda em Teresópolis, e intensificou os cuidados nos últimos dias.

 

Além de Paulinho, o zagueiro Thiago Silva teve um trabalho mais longo de fisioterapia. O defensor sentiu dores musculares ao fim da vitória por 2 a 0 sobre o México, em Samara, na segunda-feira. Porém, assim com o meia, ele se juntou ao trabalho junto com os demais companheiros minutos depois. A movimentação foi fechada à imprensa e realizada fora da Arena Kazan, local da partida, para preservar o gramado do confronto com os belgas.

Apesar da atenção ao estado físico dos jogadores, o técnico Tite não tem dúvidas para formar a equipe titular. O Brasil terá a volta do lateral-esquerdo Marcelo e a presença de Fernandinho na vaga de Casemiro, suspenso. O time irá a campo com a seguinte escalação: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.