Reuters
Reuters

Seleção se apresenta para duas 'decisões' nas Eliminatórias

Brasil enfrenta Uruguai e Paraguai nas próximas rodadas

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de março de 2016 | 07h00

A seleção brasileira se apresenta nesta segunda-feira na Granja Comary cercada de expectativas e em clima de decisão, já que os comandados de Dunga enfrentarão dois concorrentes diretos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018, na Rússia, e ainda terão pela frente os últimos jogos antes da convocação para a Copa América, em junho.

O Brasil enfrenta o Uruguai na sexta-feira, na Arena Pernambuco. Os uruguaios estão em segundo na classificação, com nove pontos, dois a mais que o time brasileiro, logo abaixo. No dia 29, terça-feira, o compromisso é em Assunção, contra o Paraguai, que no momento tem a mesma pontuação da equipe de Dunga, mas perde no saldo de gols (3 contra 1).

Dunga mais uma vez não conseguirá contar com todos os selecionáveis inicialmente. Um estiramento na coxa fez o meia Kaká ser cortado. Em seu lugar foi chamado Roberto Firmino, do Liverpool, que no sábado também acabou sendo cortado por lesão. Assim, o treinador chamou o atacante Jonas, que não é convocado para o time nacional desde setembro de 2012, embora viva um grande momento com a camisa do Benfica.

A grande novidade está no uniforme da seleção, que não sofria alteração desde novembro de 2013, quando foram lançados os modelos para a Copa do Mundo no Brasil.

Como de praxe, os holofotes estarão todos em cima de Neymar, que terá diante do Uruguai um confronto especial contra seu parceiro de Barcelona, Luis Suárez. Fora do time celeste desde o Mundial de 2014 por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini, Suárez jogará pela primeira vez com a camisa da seleção após a confusão.

Envolta por diversas suspeitas sobre seus dirigentes, a seleção brasileira ainda atrai bastante a atenção do torcedor. No começo da semana passada, a CBF já havia anunciado que todos os 44.730 ingressos para o confronto com os uruguaios tinham sido vendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.