Seleção só levará 18 para La Paz

O treinador Carlos Alberto Parreira só vai definir na sexta-feira o time do Brasil que no domingo enfrenta a Bolívia, na penúltima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006. O que está definido desde já, no entanto, é que apenas 18 jogadores serão levados para La Paz, segundo informou nesta quinta-feira o preparador físico Moracy Sant?Anna. Os jogadores não relacionados se reapresentam à seleção já em Belém, onde na quarta-feira a equipe enfrenta a Venezuela. Para minimizar os efeitos dos 3.600 metros de altitude de La Paz, a Seleção deverá viajar no sábado para Santa Cruz de la Sierra e permanecerá na cidade até algumas horas antes da partida, marcada para às 17 horas (de Brasília). De acordo com Moracy Santana, a delegação almoça em Santa Cruz e deverá chegar à La Paz apenas duas horas antes da partida.?Essa providência minimiza, mas não elimina os efeitos da altitude. Mas é a melhor estratégia que se pode traçar para realizar um jogo que não é disputado em circunstâncias normais, como já está provado?, explicou.Parreira lembra que a Seleção Brasileira foi derrotada em La Paz nos dois últimos jogos das Eliminatórias, em 1993 e 2001, para exemplificar a dificuldade que é jogar sob os efeitos da altitude.?Por isso digo que não é um jogo normal. Como também em Quito, onde o Equador venceu todos os seus jogos nas Eliminatórias jogando em casa?, disse.Sobre a escalação da equipe, Parreira diz que vai esperar o grupo estar completo. ? Vamos esperar o Cicinho, o Gustavo Nery e o Juninho Pernambucano se apresentarem, o que acontecerá nesta quinta-feira. Com o grupo completo, e depois de observar a reação dos jogadores, vamos definir a equipe que enfrentará a Bolívia?, avisou.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2005 | 10h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.