Seleção sub-20 aproveita folga para fazer compras

A seleção brasileira sub-20 aproveitou a folga na rodada desta quinta-feira do Grupo A do Sul-Americano para ir às compras em Pedro Juan Caballero, local dos jogos e cidade que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Apenas de ser menos famosa que Ciudad del Este, a cidade também tem como forte a venda de produtos eletrônicos.Os destaques do Brasil na competição, o volante Lucas, o meia Leandro Lima e o atacante Alexandre Pato, não perderam a chance de pesquisas as novidades, especialmente aparelhos de MP3, mas tiveram de desviar parte de sua atenção para os torcedores e seus pedidos de fotos e autógrafos.O técnico Nélson Rodrigues também fez suas comprinhas, e ainda falou um pouco sobre a vitória contra o Peru, por 2 a 1, conseguida com um gol de Lucas nos acréscimos da partida. "Os peruanos se fecharam muito, formaram uma muralha difícil de romper", explicou o técnico, que ficou de olho numa TV de plasma e, apesar de gentil, não quis falar muito com a imprensa.Em entrevista publicada na noite de quarta-feira pelo site da CBF, Lucas disse que encara com "naturalidade" a faixa de capitão, que ostenta desde o time sub-17, e admite que tem o sonho de disputar a Olimpíada de Pequim e buscar a medalha de ouro, título inédito para o futebol brasileiro. "Todos que estão aqui querem isso, e depois chegar à seleção principal, jogar uma Copa do Mundo", afirma o volante, que já foi chamado por Dunga para a equipe principal, assim como o lateral-esquerdo Carlinhos.O jogador gremista acha que a próxima partida, sábado, contra a Bolívia, será bastante complicada, embora a seleção já esteja praticamente classificada para o hexagonal final. "Não existe jogo fácil para o Brasil. Temos que jogar com muita seriedade, sempre, se quisermos chegar às vitórias e ao título." Apenas os dois primeiros da fase decisiva chegarão à Olimpíada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.