Seleção Sub-20 tenta acabar com jejum

A seleção brasileira Sub-20 enfrenta nesta sexta-feira o Japão, às 15h (com transmissão ao vivo da Sportv), em Dubai, pelas quartas-de-final do Mundial disputado nos Emirados Árabes, tentando chegar às semifinais pela primeira vez desde 1995 - quando perdeu na final para a Argentina. Nas últimas três edições do torneio, o Brasil foi eliminado nas quartas-de-final.Em 1997, na Malásia, os brasileiros foram eliminados pelos rivais argentinos - que acabaram ficando com o título. Dois anos depois, na Nigéria, os espanhóis tiraram a seleção da competição e foram campeões. Na Argentina, em 2001, foi a vez de Gana acabar com o sonho do Brasil de ser campeão - o título ficou com os donos da casa.Apesar de não terem muita tradição no futebol, os japoneses contam com um dos artilheiros do torneio, o atacante Daisuke Sakata (4 gols). "O Japão conhece bem a forma como jogam os brasileiros devido aos muitos técnicos e atletas que atuam por lá", avalia o volante Dudu Cearense, que já fez três gols no Mundial. "Contra eles, devemos reforçar a marcação no meio-de-campo."Na cabeça do técnico Marcos Paquetá, o rendimento do meio-de-campo pode melhorar sem precisar reforçar a marcação. Para isso, ele sacou o meia Andrezinho, do Flamengo, que não realizou boas partidas, e dará uma oportunidade a Juninho, do Atlético-MG, que marcou um golaço na derrota contra a Austrália (3 a 2) e entrou muito bem na última partida, contra a Eslováquia.Como estava previsto, Dagoberto novamente iniciará o jogo no banco de reservas. O ataque será formado por Kléber e Nilmar, que contam com o apoio de Daniel Carvalho.A maior preocupação de Paquetá é em relação aos jogadores ?pendurados? com dois cartões amarelos, caso de Kléber, Dudu Cearense e Carlos Alberto, que podem ficar de fora da semifinal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.