Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Seleção tem chegada discreta a Londres e jogadores passam por exame antidoping

Jogadores que disputaram a decisão da Liga dos Campeões ganharam folga até quarta

Almir Leite / enviado especial a Londres, O Estado de S.Paulo

28 Maio 2018 | 07h30

A seleção brasileira chegou a Londres na manhã desta segunda-feira, para a segunda parte de treinamentos visando à Copa do Mundo da Rússia. Depois de uma semana inicial de preparação na Granja Comary, em Teresópolis, o grupo agora vai treinar no CT do Tottenham, um local isolado ao norte da capital inglesa, considerado um dos mais modernos do planeta.

+ Veja nossa página especial da Copa de 2018

+ Raio-X - Conheça as seleções da Copa da Rússia

+ Confira tabela da Copa do Mundo da Rússia

O grupo ainda não terá as presenças de Casemiro e Marcelo, do Real Madrid, e de Roberto Firmino, do Liverpool, que após disputaram no sábado a final da Liga dos Campeões ganharam folga até quarta-feira.

A chegada a Londres foi discreta. Do aeroporto de Stansted, onde o grupo desembarcou de um voo fretado, a delegação seguiu direto para o CT. Lá, não havia torcedores na porta. Apenas um pequeno grupo de jornalistas acompanhando a passagem do ônibus. Depois de tomarem café, os jogadores realizaram o controle antidoping da Fifa. Nesta tarde, fazem o primeiro treino em Londres.

A seleção brasileira treina na Inglaterra até o dia 8 de junho. Pela programação inicial, serão 10 dias de treinamento em Londres, no CT do Tottenham, três deles em dois períodos. Nesta semana, o "trabalho dobrado'' ocorrerá na terça e na quinta-feira.

Na sexta-feira, após o treinamento da tarde (15h30 pelo horário local, 11h30 de Brasília), a delegação embarca para Liverpool, onde no domingo faz o amistoso contra a Croácia, em Anfield Road.

Antes de chegar à Rússia, no dia 11 de junho, para se concentrar no quartel-general escolhido pela comissão técnica para a fase inicial da Copa do Mundo - o Brasil planeja ficar na cidade até as quartas de final, saindo para a semi -, a seleção faz escala em Viena, para realizar o último amistoso preparatório, contra a Áustria, em 10 de junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.