Seleção treina posicionamento e cobranças de pênaltis

O treino da seleção brasileira nesta quinta-feira no SSG90 Stadion, em Bergisch Gladbach, na Alemanha, em preparação para o jogo contra a França, no sábado, foi dividido em duas partes: posicionamento, tanto do ataque quanto da defesa, e cobranças de pênaltis, que podem decidir a classificação para a semifinal.No treino tático, o técnico Carlos Alberto Parreira treinou primeiro a defesa, armando o ataque reserva como se fosse a França. Fred fez o papel de Henry, o meia Ricardinho simulou Zidane e com Robinho fazendo o papel de Ribéry. As mudanças de jogadores foram constantes até o ponto em que a situação se inverteu, com o treino sendo direcionado para os atacantes, jogando no contra-ataque, com Ronaldo, Adriano (sendo constantemente trocado por Robinho) e Ronaldinho contra a defesa reserva.Neste mesmo treino, Gilberto Silva foi quem trabalhou no lugar do Emerson, ficando como terceiro zagueiro, e Juninho Pernambucano no lugar do Kaká.Aproveitamento positivo nos pênaltisDepois do treino tático, os jogadores foram divididos. Metade em cada área e gol cobrando pênaltis. Dos titulares, todos bateram três cobranças e apenas Ronaldo, Gilberto Silva, Lúcio e Roberto Carlos erraram um. Adriano, Ronaldinho, Juan e Zé Roberto acertaram todos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.