Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Seleção viaja de trem preocupada com possíveis protestos contra Coutinho

Jogador convocado por Tite para a Copa do Mundo não deixou o Liverpool em alta com a torcida do clube

Almir Leite, enviado especial a Londres, O Estado de S.Paulo

01 Junho 2018 | 07h00

A seleção brasileira vai entrar no clima dos ingleses e viajar de trem de Londres a Liverpool, na tarde desta sexta-feira, para o amistoso de domingo contra a Croácia. Mas isso não significa que ela vai abrir mão da segurança. Um forte esquema foi armado pela CBF, tanto para a viagem quanto para a chegada e deslocamento à cidade dos Beatles, onde será o amistoso. Mais do que o assédio dos torcedores, o temor é por possíveis manifestações da torcida dos Reds contra Philippe Coutinho.

O jogador trocou o Liverpool pelo Barcelona em meio à temporada, deixando o time inglês na mão. Preferiu atuar ao lado de Lionel Messi. Os torcedores do Liverpool não gostaram da escolha do brasileiro. O fato é que com a saída de Coutinho, a equipe deu mais espaço para Salah, que se tornou um dos melhores da Europa. 

+ Seleção de Tite para a Copa do Mundo é 'graduada' no futebol europeu

+ Neymar não deve ser titular em amistoso contra a Croácia

Para essa viagem, a CBF reservou dois vagões de um trem comum. Os vagões serão isolados dos demais. Não haverá passageiros a não ser os da delegação brasileira. Geralmente esses deslocamentos são feitos de avião. Seguranças da entidade terão a companhia de outros contratados para prestar serviço durante o período de treinamentos no CT do Tottenham. O número de profissionais não foi divulgado.

Na chegada a Liverpool, já no período da noite, há um esquema especial para isolar a delegação de contatos com torcedores comuns. A polícia da cidade vai dar apoio aos seguranças da CBF. A intenção é que a chiadeira contra Coutinho, se ela existir, não exponha nem o meia nem os outros jogadores do Brasil a qualquer tipo de constrangimento às vésperas da Copa do Mundo. 

A partida contra a Croácia será no domingo, às 16 horas locais (11h de Brasília), e o retorno a Londres está marcado para depois do jogo. A volta, porém, será em avião. Na segunda-feira, a seleção brasileira retoma os treinos no CT do Tottenham. Ficará no local até sexta-feira, dia 8, quando viaja para a Áustria. Dia 10, em Viena, faz amistoso contra a seleção da casa e em seguida embarca para Sochi, na Rússia. A estreia do time na Copa será dia 17, contra a Suíça, em Rostov.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.