Seleção viaja na sexta para Alemanha

Os jogadores da seleção brasileira viveram nove dias de correria, desde a terça-feira da semana passada, quando iniciaram a preparação para os jogos contra Paraguai e Argentina, pelas Eliminatórias. Mas quase não terão tempo para recuperar as energias e matar saudade dos familiares e dos amigos. A delegação volta de Buenos Aires na manhã desta quinta-feira e, já na noite de sexta, retorna ao avião para nova viagem. Agora, a missão é a Copa das Confederações, na Alemanha.A seleção chegará no sábado à sede da competição, onde começará o trabalho para a estréia, no dia 16, diante da Grécia. Carlos Alberto Parreira terá, assim, quase uma semana para treinar o grupo, algo raro no apertado calendário do futebol mundial.O treinador considera o torneio importante. Não que o título - ou um fracasso - vá fazer grande diferença em seu currículo. O evento, porém, dará a oportunidade para que os atletas se habituem aos estádios e ao ambiente da Copa do Mundo, que começa em um ano, também na Alemanha."É uma boa chance que temos para treinar no palco da Copa e com o clima da Copa, faltando só um ano para o início", justificou Parreira.O técnico brasileiro aproveitará a ocasião para testar os reservas dos laterais Cafu e Roberto Carlos, praticamente intocáveis e que foram liberados para férias. Dois brigam na direita, Belletti e Cicinho, e outros dois disputam a vaga no lado esquerdo, Gilberto e Léo. "Todos têm possibilidade", assegurou Parreira.Belletti, do Barcelona, e Gilberto, do Hertha Berlim, convocados para os últimos dois jogos das Eliminatórias, saem na frente, mas o são-paulino Cicinho e o santista Léo têm boas chances. Belletti, por exemplo, foi vaiado no confronto com o Paraguai, domingo, e perdeu pontos no ranking dos laterais. E Gilberto praticamente não teve oportunidade para mostrar suas qualidades.O restante do time será o mesmo das Eliminatórias, com Dida no gol, Roque Júnior e, provavelmente, Juan na zaga, Emerson, Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho Gaúcho no meio, além de Robinho e Adriano no ataque.A Copa das Confederações terá, na primeira fase, duas chaves de quatro equipes - Argentina, Alemanha, Tunísia e Austrália no grupo A e Brasil, Grécia, México e Japão no B. As duas primeiras de cada se classificam para a semifinal. A decisão do título será no dia 29, em Frankfurt.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.