Seleção volta à Granja Comary após classificação sofrida

A seleção brasileira já está novamente na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde se concentra durante a disputa da Copa do Mundo. Após folgar no domingo, no dia seguinte ao jogo com o Chile, em Belo Horizonte, o ônibus do Brasil entrou no centro de treinamentos com a delegação completa pouco depois das 12 horas desta segunda-feira, sob o apoio dos seus torcedores.

LEANDRO SILVEIRA, Agência Estado

30 de junho de 2014 | 12h36

A reapresentação da seleção estava marcada para a base área do Galeão, no Rio, com a saída do local prevista para as 11 horas desta segunda-feira. Mas, como todos os jogadores se apresentaram com antecedência, a saída do ônibus rumo a Teresópolis aconteceu alguns minutos antes. E na região serrana do Rio, a seleção teve a sua chegada acompanhada por pouco mais de 100 pessoas.

Entre as pessoas que decidiram recepcionar a seleção e receberam apenas discretos acenos de alguns jogadores, estavam componentes de alguns grupos de dança de Teresópolis, que fizeram breves exibições antes e durante a chegada do ônibus ao centro de treinamentos da CBF.

Novamente na Granja Comary, agora a seleção deixa para trás a vitória por 3 a 2 sobre o Chile na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, sábado passado, em Belo Horizonte, para se concentrar em seu próximo compromisso na Copa. Na sexta-feira, o Brasil vai enfrentar a Colômbia, no Castelão, em Fortaleza, pelas quartas de final do torneio.

Até lá, a seleção terá três dias de treinamentos em Teresópolis, começando por uma atividade na tarde desta segunda-feira na Granja Comary, antes da viagem para Fortaleza, prevista para a noite de quarta. O técnico Luiz Felipe Scolari deve aproveitar esses treinos para definir o substituto do volante Luiz Gustavo, que vai cumprir suspensão automática diante da Colômbia. Além disso, o departamento médico intensificará os trabalhos com Neymar, que deixou o jogo com o Chile com dores na coxa direita, mas não preocupa para o decisivo confronto de sexta.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.