Seleções esvaziam rodada na Espanha

Liderado pelas surpresas Betis e Villarreal (ambos com 12 pontos), o Campeonato Espanhol tem seqüência nesta quarta-feira, com nove jogos válidos pela sexta rodada da competição. Na quinta jogam Celta e Valencia. A rodada será marcada pela ausência de 31 jogadores estrangeiros que estarão defendendo as suas respectivas seleções.Na primeira colocação, ao lado do Villarreal, o pequeno Betis, de Sevilha, recém-promovido, vai a Bilbao defender a liderança contra o Athletic, sem a sua maior estrela, o brasileiro Denílson - o jogador está em Curitiba, onde treina com a seleção brasileira que, no domingo, enfrentará o Chile pelas Eliminatórias para a Copa de 2002.Aliás, desfalques não faltam para o técnico Juande Ramos, do Betis. O lateral-direito Tais, na seleção uruguaia, e os zagueiros Filipescu e Luis Fernández, machucados, também estão fora do jogo. A maior preocupação do treinador, porém, é provar aos adversários que seu time não está na liderança por acaso. "A liderança fará com que os adversários considerem que o Betis não é uma surpresa, principalmente depois das cinco partidas que nos deixaram bem na tabela", explicou o treinador.No Athletic de Bilbao, quinto colocado ao lado do La Coruña, com 10 pontos, Alkorta e Tiko, contundidos, estão fora.Em casa, o Villarreal recebe o La Coruña de olho no primeiro lugar. Para tentar a vitória, a equipe aposta no bom retrospecto jogando em seu estádio, o El Madrigal. Até agora, nas duas partidas disputadas em casa, o time obteve duas vitórias (Osasuna e Real Sociedad). O centroavante argentino Palermo é a esperança de gols. "Temos que estar concentrados", alerta Palermo.O La Coruña terá os desfalque do lateral-direito Manuel Pablo, que sofreu uma fratura na tíbia da perna direita, no último domingo, contra o Celta, e do meia Djalminha, que se recupera de contusão. Héctor Berenguel será o lateral-direito.Entre as equipes grandes, o Barcelona é o que está em melhor situação, dividindo a terceira colocação com o Celta, com 11 pontos. Sem Rivaldo, também na seleção brasileira, o time recebe o Mallorca, no estádio Camp Nou, e promete ser ofensivo. O ataque será formado pelo argentino Saviola, pelo holandês Kluivert e pelo brasileiro Geovanni. E o presidente Joan Gaspart já está preocupado com a partida contra o Real Madrid, dia 4 de novembro. Rivaldo deverá ser convocado por Luiz Felipe Scolari para o jogo do Brasil contra a Bolívia, dia 7 de novembro, e desfalcaria o Barça nessa partida.O Real Madrid busca a sua primeira vitória fora de casa contra o Las Palmas e tenta esquecer o futebol ruim mostrado contra o Valladolid, no último sábado. Roberto Carlos, na seleção brasileira, Figo, na portuguesa, McManaman, na inglesa, e Baljic, na croata, desfalcam o time do técnico Vicente del Bosque. "Não podemos reclamar por estas ausências. A saída desses jogadores por causa de convocações é algo que está planejado desde o início da temporada", declarou o treinador.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2001 | 21h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.