Marcia Feitosa/Vipcomm
Marcia Feitosa/Vipcomm

Sem Adriano, Flamengo estreia na Taça Rio contra o Macaé

Equipe rubro-negra deixa a Copa Libertadores de lado para se focar no Carioca; Kleberson também é desfalque

Leonardo Maia, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 08h11

O técnico Andrade já avisou que se a Taça Rio interferir na preparação do Flamengo para as partidas na Copa Libertadores, vai priorizar a competição continental. Do contrário, força máxima em campo. E assim vai ser contra o Macaé, neste sábado, às 19h30, em Volta Redonda, na estreia no segundo turno do Campeonato Carioca.

Veja também:

linkCom desfalque de última hora, Botafogo pega Americano

Ou pelo menos deveria, mas Andrade terá desfalques importantes para lidar. Adriano e Kléberson, que se apresentam à seleção brasileira para o amistoso contra a Irlanda, não vão poder atuar, abrindo duas vagas na equipe. Pior, Petkovic, que substituiria Kléberson, e Álvaro, com dores musculares, não vão a campo.

Pelo menos o goleiro Bruno, que não atuou contra o Universidad Católica, na última quarta-feira, foi liberado. A princípio, Andrade não vai mexer na estrutura tática, mantendo o 4-4-2. "Tenho a troca simples com a entrada do [Bruno] Mezenga, mas posso colocar o Vinícius [Pacheco] no ataque e ver se Ramon e Michael ficam no meio de campo", disse o treinador.

A antecipação por Mezenga mostra a total falta de prestígio de Gil e Dênis Marques, cortados da lista de 25 atletas inscritos na Libertadores. Por característica, a posição do Imperador seria de Marques.

Como está a cogitar a utilização de três zagueiros nas partidas fora de casa pela Libertadores, Andrade também pode optar por aproveitar as ausências e fazer do jogo contra o Macaé uma experiência. Nesse caso, um zagueiro (Ronaldo Angelim) entraria na vaga de Kléberson.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.