Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Sem Alecsandro, M. Oliveira testa Palmeiras com Zé Roberto

Com a mudança, Rafael Marques foi deslocado para o ataque

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

24 de junho de 2015 | 17h25

O técnico Marcelo Oliveira realizou nesta quarta-feira o primeiro trabalho tático visando a partida contra o São Paulo e o treinador já deu uma amostra da provável formação para o clássico. Sem poder contar com o atacante Alecsandro, que sofreu uma lesão na coxa esquerda, Zé Roberto foi o eleito para entrar na equipe.

O time que iniciou a atividade foi: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Arouca, Robinho, Dudu e Zé Roberto; Rafael Marques. Marcelo fez um trabalho na metade do gramado de ataque contra a defesa e trabalhou a saída de bola do campo de defesa.

No time reserva atuaram: João Pedro, Tobio, Nathan e João Paulo; Amaral, Andrei Girotto e Cleiton Xavier; Kelvin, Leandro Pereira e Cristaldo. Durante o treino, Cristaldo e Kelvin saíram dos reservas para as entradas de Gabriel Jesus e Leandro e nos minutos finais do treinamento, Marcelo Oliveira chegou a testar Leandro Pereira na vaga de Zé Roberto, entre os titulares.

Enquanto isso, os atacantes que não estavam participando do treino trabalharam finalizações. Mouche, Leandro, Cristaldo, Kelvin e Gabriel Jesus se alternaram no trabalho. Allione e Fellype Gabriel ficaram correndo em torno do gramado, enquanto Jackson fez um trabalho separado.

Já Alecsandro foi liberado para retornar à Academia de Futebol, onde iniciou tratamento para curar a lesão na coxa esquerda que o tirará do clássico com o São Paulo. Ainda não se sabe a previsão do seu retorno aos gramados.

O Palmeiras volta aos treinos nesta quinta-feira, em dois períodos, e continua em Atibaia até sexta-feira à tarde, quando volta para São Paulo e ainda faz mais um treino no sábado pela manhã, antes de disputar o clássico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.