Ciete Silvério
Ciete Silvério

Sem aluguel pelo Itaquerão, Corinthians terá Pacaembu de graça

Acordo foi assinado em cerimônia no estádio

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2015 | 16h27

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad assinaram nesta quarta-feira o contrato com o Comitê Organizador Rio 2016 que oficializou o Itaquerão com uma das sedes do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos. O estádio receberá oito seleções (masculina e femininas) para dez partidas. Serão sete dias de jogos, com três rodadas duplas. As partidas serão disputadas entre os dias 3 e 19 de agosto.

Como o Corinthians não receberá aluguel pelo estádio, o clube poderá usar o Pacaembu durante a Olimpíada de graça. "A Prefeitura não está entrando com dinheiro. Apenas com a estrutura e, por isso, vai oferecer o Pacaembu como uma compensação ao Corinthians”, disse o secretário municipal de Esportes, Celso Jatene.

Durante a cerimônia no Itaquerão, o presidente do Comitê Organizador das Olimpíadas 2016, Carlos Arthur Nuzman, afirmou ter ficado impressionado com a estrutura da arena. “Sou torcedor do Fluminense e queria que o meu clube tivesse um estádio também. Não precisa ser igual (ao Itaquerão), mas pode ser parecido”, disse o dirigente ao presidente do Corinthians, Roberto de Andrade.

Alckmin anunciou parte da estrutura usada no Mundial de 2014 será reaproveitada durante os Jogos Olímpicos. “Vamos acionar todo o trabalho da Copa do Mundo. Temos em frente ao estádio a linha de trem da CPTM e iremos recolocar no próximo ano o Expresso, que faz o trajeto da estação da Luz até Itaquera em 17 minutos”, disse.

Haddad prometeu melhorias na estrutura da cidade em relação à Copa. “Vamos sanar as eventuais debilidades de atendimento que tivemos em 2014. Creio que há o que fazer para melhorar a hospitalidade necessária para acolher os torcedores brasileiros e estrangeiros.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.