Sem Ballack, Alemanha inicia luta para apagar vice de 2002

Quatro anos após perder a final da Copa do Mundo de 2002 para a seleção brasileira, a Alemanha tenta apagar o tropeço e inicia nesta sexta-feira a luta pelo título que não conquistar há 16 anos. A equipe comandada pelo treinador Jürgen Klinsmann enfrenta a Costa Rica, às 13 horas (de Brasília), no jogo de abertura do Mundial de 2006, no Estádio Allianz Arena, em Munique. Para a decepção da torcida anfitriã, o meia Michael Ballack, o maior astro da equipe, não estará em campo devido a uma contratura na panturrilha. O treinador, que considera o confronto mais importante da primeira fase, espera que o capitão se recupere para o confronto do dia 14, contra a Polônia. ?É melhor a gente preservá-lo agora para poder contar com o jogador nas partidas decisivas?, justificou.Segundo Klinsmann, ele não está usando nenhum tipo de artimanha para confundir os adversários. ?Mesmo se os médicos considerarem que Ballack está apto para enfrentar a Costa Rica, tenho de levar em conta que ele não treinou com o restante do time e está fora de ritmo?, disse. O jogador só participou dos trabalhos na quarta-feira à tarde - ficou apenas trinta minutos no gramado. Para o lugar da nova contratação do Chelsea, que chegou a pedir para atuar no sacrifício, o comandante germânico deverá escalar Tim Burowski ou Sebastian Kehl na armação das jogadas. Já a Costa Rica pretende surpreender os donos da casa na partida inaugural. ?O mundo está esperando que a Alemanha vença. Os jornais daqui também. É até bom o fato de nós, jogadores, não sabermos alemão, pois o que nos interessa mesmo é jogar, competir. E quem sabe...", disse o atacante Wanchope. O treinador brasileiro naturalizado costarriquenho Alexandre Guimarães não sabe se poderá contar com o goleiro Porras, o zagueiro Martínez e o volante Solís, todos machucados. Eles serão reavaliados momentos antes do jogo.Alemanha x Costa Rica Alemanha - Lehmann; Friedrich, Metzelder, Mertesacker e Lahm; Schneider, Frings, Tim Borowski (Sebastian Kehl) e Schweinsteiger; Klose e Podolski. Técnico: Jürgen Klinsmann. Costa Rica - Porras (Mesén), Umaña, Marín (Sequeira) e Martínez (Drummond); González, Solís (Azofeifa), Fonseca e Centeno; Gómez eWanchope. Técnico: Alexandre Guimarães. Árbitro - Horácio Elizondo (ARG). Local - Estádio Allianz Arena, em Munique. Horário - 13 horas (de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.