Toru Hanai/Reuters
Toru Hanai/Reuters

Sem Bravo, Rueda convoca seleção do Chile para buscar tri da Copa América

Goleiro do Manchester City, de 36 anos, não foi chamado após ter um problema com o treinador

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 16h24

Campeã das últimas duas edições da Copa América - em 2015, em casa, e no ano seguinte, nos Estados Unidos, no torneio em comemoração ao centenário da Conmebol -, a seleção do Chile foi convocada para buscar o tri da competição no Brasil. O técnico colombiano Reinaldo Rueda chamou 23 jogadores, entre eles o atacante Alexis Sánchez, do Manchester United, mas deixou de fora um símbolo do time nas duas conquistas: o goleiro Claudio Bravo.

O jogador do Manchester City, de 36 anos, não atua pela seleção desde outubro de 2017, na partida contra o Brasil, em São Paulo, pela última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. No início do ano passado, ele pediu dispensa após não poder levar o próprio preparador de goleiros e nunca mais foi convocado por Rueda.

Além de Claudio Bravo, outros dois jogadores que estiveram nas campanhas vencedoras de 2015 e 2016 não jogarão a competição no Brasil, que será de 14 de junho a 7 de julho. São eles: o volante Marcelo Díaz, do Racing (Argentina), e o atacante Edson Puch, do Universidad Católica.

Quem por pouco também não foi convocado por Rueda foi Alexis Sánchez. Atrapalhado por lesões, o jogador de 30 anos participou de 27 partidas pelo Manchester United nesta temporada, das quais apenas 13 foram como titular, e fez dois gols.

O Chile está no Grupo C da Copa América ao lado de Uruguai, Equador e Japão. A estreia é contra os japoneses, no dia 17 de junho, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Antes da primeira partida, a seleção faz um amistoso contra o Haiti, no dia 5 de junho.

Confira a lista de convocados do Chile para a Copa América:

Goleiros - Gabriel Arias (Racing-ARG), Brayan Cortés (Colo Colo) e Yerko Urra (Huachipato)

Defensores - Mauricio Isla (Fenerbahçe-TUR), Gary Medel (Besiktas-TUR), Guillermo Maripán (Alavés-ESP), Jean Beausejour (Universidad de Chile), Paulo Díaz (Al Ahli-SAU), Igor Lichnovsky (Cruz Azul-MEX), Óscar Opazo (Colo Colo) e Gonzalo Jara (Estudiantes-ARG)

Meio-campistas - Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen-ALE), Arturo Vidal (Barcelona-ESP), Pablo Hernández (Independiente-ARG), Diego Valdés (Santos Laguna-MEX), Erick Pulgar (Bologna-ITA) e Esteban Pavez (Colo Colo)

Atacantes - Nicolás Castillo (América-MEX), Alexis Sánchez (Manchester United-ING), Eduardo Vargas (Tigres-MEX), José Pedro Fuenzalida (Universidad Católica), Junior Fernandes (Antalyaspor-TUR) e Ángelo Sagal (Pachuca-MEX)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.