Ale Cabral/AGIF
Ale Cabral/AGIF

Sem brilho, Corinthians sofre, mas supera Audax por 1 a 0

Gol de Kazim sela a quinta vitória pelo placar mínimo da equipe no ano

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

18 Fevereiro 2017 | 19h09

O Corinthians do técnico Fábio Carille é, até aqui, uma equipe de vitórias magras. Neste sábado, contra o Audax, em Osasco, pela quarta rodada do Campeonato Paulista, a equipe venceu pela quinta vez na temporada por 1 a 0. O gol foi do atacante Kazim.

Mais uma vez, o Corinthians esteve longe de apresentar um bom futebol. Econômico, o time jogou somente para o gasto no ataque. Na defesa, a equipe se mostrou segura e não passou grandes apuros.

O destaque da vitória corintiana foi o volante Camacho, ex-Audax. Bem posicionado, foi ele quem pressionou saída da defesa do adversário e roubou a bola de Felipe Rodrigues. Kazim aproveitou o lance para chutar forte e rasteiro. A bola ainda bateu na trave antes de balançar a rede aos 29 minutos do primeiro tempo.

Na sequência, o  Corinthians ainda teve chance de ampliar, mas Léo Jabá perdeu três chances claras de gol. A melhor delas foi aos 44, quando o atacante partiu em disparada após mais uma roubada de bola do Corinthians, mas, na hora da conclusão, chutou mal para fora.

Na etapa final, o Corinthians diminuiu o ritmo. A equipe acusou o cansaço e recuou a marcação. O Audax ganhou campo de jogo e passou a rodar a área, mas não chegava a ser muito perigoso. Nas poucas vezes em que conseguiu chutar, Cássio fez boas defesas e garantiu a vitória alvinegra.


FICHA TÉCNICA

AUDAX 0 X 1 CORINTHIANS

AUDAX (3-5-2): Felipe Alves; André Castro, Felipe Rodrigues (Gustavo Marmentini) e Betinho; Pedro Carmona, Léo Artur, Marquinho (Rafael Oliveira), Danielzinho e Hugo (Rafinha); Gabriel Leite e Ytalo. Técnico: Fernando Diniz.

CORINTHIANS (4-5-1): Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho ( Fellipe Bastos), Rodriguinho, Romero e Léo Jabá (Marlone); Kazim (Maycon). Técnico: Fábio Carille.

Gol: Kazim, aos 29 minutos do 1º  tempo

Cartões amarelos: André Castro, Rafael Oliveira e Guilhereme Arana

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho.

Público: 6.630 pagantes.

Renda: R$ 191.460,00.

Local: Estádio José Liberatti, em Osasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.