Sem chances na Inter, meia Jiménez quer deixar o clube

Chileno se sente desprestigiado pelo técnico José Mourinho; 'Me sinto quase como um fantasma nos treinos'

EFE,

18 de março de 2009 | 15h10

O meio-campo chileno Luis Jiménez garantiu que se sente como "um fantasma" na Inter de Milão e quer deixar o clube se não estiver nos planos do técnico português José Mourinho para a próxima temporada.

 

Veja também:

linkIbrahimovic pode trocar Inter por clube espanhol, diz jornal 

 

"Às vezes, durante os treinamentos, me sinto quase como um fantasma. Não entendi a atitude dele [Mourinho] comigo, talvez esteja errado. Mas certamente dou tudo de mim nos treinos e todos me reconhecem por causa disso", comentou o jogador em entrevista ao jornal esportivo "La Gazzetta dello Sport".

 

O meia não espera outra temporada como essa, mas não quer falar sobre uma eventual transferência. E ainda sonha com uma chance nos próximos meses. "Acho que posso me destacar esta temporada. O título italiano tem que ser da Inter, e este hoje é meu único pensamento", comentou o chileno, que foi titular apenas duas vezes desde agosto.

 

Jiménez disse ter conversado com o treinador português e se colocou à disposição, pois está recuperado de uma lesão muscular. O jogador saiu otimista, mas nada mudou.

 

O meia recebeu algumas ofertas e cogitou sair em janeiro, mas dirigentes afirmaram que ele ainda era importante à equipe. "Isso é outra coisa que me deixa estupefato. Desde então, minha situação piorou inexplicavelmente", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.