John Sibley/ Reuters
John Sibley/ Reuters

Sem chances no Arsenal, Walcott é contratado pelo Everton

Jogador, que encerrou uma trajetória de 12 anos pelo time londrino, acertou contrato de três anos e meio

Estadão Conteúdo

17 Janeiro 2018 | 15h58

Com raras chances no Arsenal nesta temporada, o atacante Theo Walcott deixou o clube londrino nesta quarta-feira para reforçar o Everton. O jogador, que encerrou uma trajetória de 12 anos no Arsenal, acertou contrato de três anos e meio com o time de Liverpool, até o fim de junho de 2021.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês

"Sou muito ambicioso e chego aqui porque quero levar o clube a um nível mais elevado", declarou o jogador de 28 anos. "Com a ajuda dos jogadores que também foram contratados, acho que podemos alcançar este objetivo. Estou muito empolgado por estar começando um novo capítulo e sinto que este é o lugar certo para mim", afirmou.

Os clubes não revelaram os valores envolvidos na negociação, mas a imprensa britânica aponta que o acerto teve custo estimado em US$ 28 milhões (cerca de R$ 90 milhões).

Walcott deixa o Arsenal após 108 gols em 397 partidas. Ele participou da conquista dos títulos da Copa da Inglaterra nas temporadas 2014/2015 e 2016/2017 e da Supercopa da Inglaterra em 2015 e 2017.

Além disso, deixa para trás uma sequência de recordes relacionados a sua precocidade no futebol profissional. Ele chegou ao clube londrino com apenas 16 anos, vindo do Southampton, em 2006. Assim, se tornou o jogador mais jovem a integrar o time profissional. Ele também quebrou recorde na seleção inglesa. Em maio de 2006, se tornou o mais jovem a vestir a camisa da Inglaterra, com 17 anos e 75 dias, contra a Hungria.

No Everton, Walcott quer voltar a jogar, o que pouco aconteceu nesta temporada - pelo Campeonato Inglês, ele ainda não entrou em campo pelo Arsenal. "Estou muito motivado e quero apenas voltar a fazer o que faço melhor, que é jogar futebol e me expressar em campo", disse o atacante.

Walcott é o segundo reforço de peso do Everton nesta janela de transferências. Antes, o clube acertara com o atacante turco Cenk Tosun, que estava no Besiktas, da Turquia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.