REUTERS/Stringer
REUTERS/Stringer

Sem clube, Felipão admite procura do Sporting mas recusa a oferta

Ex-técnico da seleção de Portugal, brasileiro deixou o Guangzhou Evergrande, da China, no fim de 2017

Estadão Conteúdo

07 Junho 2018 | 15h26

Sem clube desde que deixou o Guangzhou Evergrande, da China, no final de 2017, o técnico Luiz Felipe Scolari admitiu nesta quinta-feira que foi procurado para treinar o Sporting, de Portugal, mas recusou a oferta do time português.

+ Cannavaro volta ao Guangzhou Evergrande e substitui Felipão no comando

Segundo o jornal português A Bola, o Sporting ofereceu 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 11,2 milhões) de salário anual e um contrato válido por duas temporadas ao técnico pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002.

"Fui procurado por uma pessoa representando o Sporting para uma possível negociação. Agradeci pela lembrança, mas neste momento não posso aceitar o convite", revelou por meio de sua assessoria de imprensa, Felipão, que treinou a seleção portuguesa de 2003 a 2008.

O Sporting está sem técnico desde que Jorge Jesus, que treinou o time por três temporadas, deixou a equipe portuguesa e aceitou uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita. O clube árabe, inclusive, já anunciou Jesus como novo técnico oficialmente na última terça-feira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.