Richard Sellers/AP
Richard Sellers/AP

Sem clube, Terry recusa oferta para se transferir ao Spartak Moscou

Zagueiro de 37 anos está sem clube após deixar o Aston Villa ao fim da temporada 2017/2018

Estadão Conteúdo

12 Setembro 2018 | 23h38

Ex-capitão da seleção da Inglaterra e um dos maiores nomes da história do Chelsea, o zagueiro John Terry revelou nesta quarta-feira ter recusado uma proposta para acertar a sua transferência ao Spartak Moscou, da Rússia.

"Depois de avaliar esta possibilidade com a minha família, decidimos que este não é o movimento certo para nós neste momento", escreveu o zagueiro, de 37 anos, em seu perfil no Instagram. "Quero aproveitar a ocasião para desejar o clube e aos seus torcedores o melhor para a temporada", acrescentou.

Terry está sem clube após deixar o Aston Villa ao fim da temporada 2017/2018, depois de não conseguir o acesso à elite do futebol inglês. Assim, o Spartak Moscou, campeão russo em 2017, tentava contratá-lo, aproveitando que ele não está vinculado a outro time.

O Spartak Moscou, que vai participar da Liga Europa, busca a contratação de um zagueiro após o francês Samuel Gigot sofrer grave lesão no joelho no início do mês. E as informações da imprensa britânica eram de que o time russo havia oferecido contrato de um ano por 2,3 milhões de euros (aproximadamente R$ 11,1 milhões) a Terry.

Na última segunda-feira, Terry postou uma foto dele e de Michal Essien, seu ex-companheiro no Chelsea e que também está sem time, treinando no CT do time londrino. Ele deixou o Chelsea em 2017, tendo vencido cinco vezes o Campeonato Inglês e a Liga dos Campeões em 2012.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.