Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

Sem contusão grave, Lucas deve jogar pela seleção brasileira

Meia passou por novos exames, que não constataram lesão nos ligamentos do tornozelo esquerdo

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 16h17

PARIS - O meia Lucas passou por novos exames nesta terça-feira que não constataram nenhum tipo de lesão nos ligamentos de seu tornozelo esquerdo, após sofrer forte pancada no local no jogo do Paris Saint-Germain do último sábado. No dia seguinte à partida, o jogador já havia passado por uma radiografia que descartou qualquer fratura, e agora pôde comemorar que a contusão não foi grave.

"Hoje (terça) realizei dois exames e graças a Deus não foi constatado nenhum rompimento dos ligamentos do meu tornozelo esquerdo, nada de mais grave. O médico disse para eu ficar tranquilo e estou mais aliviado. Agora é tratar bastante para voltar logo", escreveu o jogador em sua página no Facebook.

Lucas se machucou ao levar um forte carrinho de Mangani e acabou sendo substituído por Gameiro aos 10 minutos do segundo tempo da partida contra o Nancy, em rodada do Campeonato Francês. Ele será reavaliado em três dias para saber se terá condições de entrar em campo com o PSG diante do Saint-Étienne, neste sábado.

O jogador, no entanto, não deve ser problema para a seleção brasileira. Convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para os amistosos contra a Itália, no dia 21, e a Rússia, no dia 25 deste mês, o ex-meia do São Paulo deve se apresentar normalmente com o restante da delegação no domingo.

"Em três dias eles vão me reavaliar para ver se eu posso ir a campo. O médico disse para eu não forçar, fazer bastante gelo e ficar de repouso. Vou me cuidar bem, tratar direitinho. Estava preocupado, pois foi um lance muito forte", comentou o meia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.