Sem Deco, Fluminense luta pela classificação em Goiás

O anúncio de Deco de que estaria abandonando o futebol deixou o clima mais tenso no Fluminense, que enfrenta nesta quarta-feira, às 19h30, o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Para passar às quartas de final da Copa do Brasil, o time carioca pode até empatar, pois venceu o confronto da semana passada por 1 a 0, no Rio de Janeiro. O técnico Vanderlei Luxemburgo deve optar pelo esquema tático 3-5-2, com Rafael Sóbis e Fred no ataque.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2013 | 07h05

Ele ficou chateado com a desistência de Deco. Sabia que não podia contar muito com o meia, mas tinha no craque um trunfo para algumas partidas e até para um revezamento com outro veterano no meio, o também habilidoso Felipe, escalado para o jogo desta quarta.

O Fluminense pode até passar às quartas de final da Copa do Brasil, mas ainda assim o clima será de indefinição e aflição para seus torcedores nos próximos dias. Isso porque no Campeonato Brasileiro, com a derrota sofrida para o São Paulo, no fim de semana, a equipe ficou bem próxima da zona de rebaixamento. Como iniciou a competição como um dos favoritos ao título, essa situação já deu origens a protestos da torcida nas Laranjeiras.

Parte da conversa de Luxemburgo com o grupo foi o de mostrar que a Copa do Brasil pode servir como um salvo conduto para o time e comissão técnica, se o fracasso no Brasileirão continuar. Para piorar, sete atletas continuam sob cuidados médicos: Bruno, Jean, Digão, Leandro Euzébio, Marcelinho, Rhayner e Wellington Silva. Já recuperado de lesão muscular, o volante colombiano Valencia também fica fora. Ele tem de aprimorar suas condições físicas.

GOIÁS - Com o pensamento voltado exclusivamente na Copa do Brasil, após o empate com o Internacional pelo Brasileirão, o Goiás sabe que a concentração é fundamental contra o Fluminense. "Sempre estou focado nos objetivos do Goiás, que é sempre estar lá em cima, entre os melhores. Vai ser um jogo muito difícil, sem concentração não vamos vencer", alertou o lateral-esquerdo William Matheus.

Em desvantagem, o Goiás precisa vencer por dois gols de diferença para avançar. Tarefa que, segundo William Matheus, pode ser cumprida pelo bom momento vivido pelo time na temporada. "Sabemos do nosso potencial, jogamos bem contra adversários muito fortes. O Fluminense tem jogadores de seleção, mas sabemos que temos condições de aqui no Serra Dourada conseguir o resultado positivo. Temos que focar em não tomar gols e conseguir fazer os nossos gols que são necessários para a classificação", pontuou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilGoiásFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.