Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação
Divulgação

Sem divulgar valores, banco russo compra 77,6% das ações do CSKA Moscou

Maxim Oreshkin, conselheiro do presidente russo Vladimir Putin, será o novo diretor de administração do time

Redação, Estadao Conteudo

22 de abril de 2020 | 17h09

O banco estatal russo Vnesheconombank (VEB) anunciou nesta quarta-feira a compra de 77,63% das ações do CSKA de Moscou. As negociações, segundo comunicado do banco, foram realizadas para quitar uma dívida do clube com a empresa. O valor não foi divulgado.

Maxim Oreshkin, conselheiro do presidente russo Vladimir Putin, será o novo comandante do Conselho de administração do time de Moscou. "Não haverá mudanças na gestão esportiva do CSKA por causa dessa operação", afirmou o presidente da VEB, Igor Shuvalov, em comunicado. Ele acrescentou que o presidente do CSKA, Yevgueni Guiner, seguirá à frente da direção do clube.

Antigo clube do exército da União Soviética, o CSKA se tornou em 1991 uma sociedade de acionistas, dos quais o Ministério da Defesa da Rússia participou até 2012, ano em que vendeu todas as suas ações (24,94%). O CSKA de Moscou ganhou sete títulos russos e outras sete Copas da Rússia, além de uma Liga Europa, em 2005, quando derrotou o Sporting, de Portugal, por 3 a 1.

No elenco da atual equipe está Mário Fernandes, brasileiro naturalizado russo que atua como lateral-direito.  Ele chegou ao CSKA Moscou em 2012 após acertar sua transferência do Grêmio.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.