Sem Douglas, Renato testa Maxi Rodríguez e observa Beto da Silva no Grêmio

Técnico avalia opções para a armação ofensiva após lesão do experiente meia

Estadão Conteudo

09 Fevereiro 2017 | 20h26

O técnico Renato Gaúcho comandou nesta quinta-feira o primeiro treino do Grêmio depois da grave contusão do meia Douglas. Um dia após o jogador romper o ligamento cruzado do joelho esquerdo, o treinador promoveu um coletivo no qual testou o uruguaio Maxi Rodríguez na vaga aberta no meio de campo.

Mesmo sendo a opção, Maxi Rodríguez dificilmente começará como titular no confronto diante do Passo Fundo, neste domingo, pelo Campeonato Gaúcho. O uruguaio só foi escalado no treino porque os reservas imediatos do Grêmio enfrentaram o Flamengo na quarta, pela Copa da Primeira Liga, e fizeram trabalho de regeneração nesta quinta.

Sem outro meia com as características de Douglas, Renato deverá ter que improvisar. Miller Bolaños é uma opção para o setor, assim como Fernandinho ou Everton. O experiente Léo Moura corre por fora e também se colocou à disposição para substituir o jogador.

Mas Douglas não foi o único desfalque da equipe considerada titular no treino desta quinta. Renato também não pôde contar com a presença de Pedro Rocha. O atacante não se recuperou de dores no calcanhar, ficou de fora da atividade e foi substituído por Beto da Silva.

Poupados na quarta, os titulares treinaram nesta quinta com: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson, Maicon, Ramiro, Maxi Rodríguez e Beto da Silva; Luan. Eles venceram os reservas por 2 a 1, com gols de Luan e Beto da Silva, que deu lugar a Jael ao longo da atividade. Machado também substituiu Jailson durante o treino.

Mais conteúdo sobre:
Grêmio futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.