Steve Parkin/Reuters
Steve Parkin/Reuters

Sem empolgar no United, Di María fica perto do PSG

Argentino já teria passado por exames médicos, diz agência

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2015 | 20h41

Sem empolgar no Manchester United em seu primeiro ano no futebol inglês, o meia argentino Ángel Di María está cada vez mais perto do Paris Saint-Germain. O jogador deve definir o seu futuro ainda nesta semana, em reunião com a diretoria do clube francês, de acordo com familiar do argentino, que vazou a informação à Associated Press.

Segundo o parente, Di María teria realizado exames médicos nesta segunda-feira, em Doha, antes de bater o martelo sobre a transferência. Nem o Manchester United e nem o PSG se manifestaram sobre a eventual negociação do meia da seleção argentina, de 27 anos.

Di María assinaria contrato de quatro anos com o PSG, dos brasileiros Thiago Silva e David Luiz. O valor da negociação poderia alcançar 63 milhões de euros (cerca de R$ 237 milhões), tornando o argentino o segundo jogador mais caro da história do futebol francês - o primeiro da lista é o uruguaio Edinson Cavani, também do PSG, contratado por 64 milhões de euros, em 2013.

Os rumores sobre a possível saída de Di María do Manchester cresceram nas últimas semanas, principalmente em razão do rendimento aquém do esperado no futebol inglês. Ele foi contratado em agosto do ano passado, embalado pela conquista do título da Liga dos Campeões, pelo Real Madrid, e pela boa performance na Copa do Mundo do Brasil. Assinara, então, contrato de cinco anos.

Mas, dentro de campo, decepcionou a torcida e não agradou ao técnico Louis Van Gaal. Ele terminou o Campeonato Inglês com apenas três gols, mas 10 assistências, em 27 partidas disputadas. Em um eventual acerto com o PSG, Di María reencontrará Javier Pastore e Ezequiel Lavezzi, seus companheiros na seleção argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.