Andrew Medichini/AP
Andrew Medichini/AP

Sem espaço, Burdisso deixa Roma e mira ida à 3.ª Copa do Mundo

Argentino elogia Benatia e o brasileiro Leandro Castán, titulares do time italiano

15 de janeiro de 2014 | 16h00

ROMA - Sem espaço atualmente na equipe da Roma, o zagueiro Nicolás Burdisso anunciou nesta quarta-feira que deixará o time depois de quatro anos e meio vestindo a camisa do clube. Ele destacou que pretende defender uma equipe onde possa atuar e assim ter chances de ganhar uma vaga na seleção argentina que disputará a Copa do Mundo de 2014.

"Meu objetivo é o Brasil, mas para ir ao Mundial devo jogar com continuidade", disse o veterano defensor de 33 anos, em entrevista ao canal de TV Sky. "Depois de quatro anos e meio com a Roma, penso que se pode concluir um ciclo, devo pensar em continuar minha carreira e nas minhas possibilidades de ir ao Mundial", completou.

Ao comentar a sua decisão, Burdisso também lembrou que esteve presente nas Copas do Mundo de 2006 e 2010 e que até o ano passado "vestia a camisa da Argentina". O atleta, porém, admitiu que o francês Mehdi Benatia e o brasileiro Leandro Castán hoje estão formando uma boa dupla de zaga, que vem sendo a preferida do técnico Rudi García.

"Ele (García) foi muito claro, de que éramos três para dois postos e eles (Benatia e Castán) estão jogando muito bem. Estou feliz por eles e pela Roma", garantiu Burdisso, assegurando também que ainda não conversou com nenhum outro clube ao ser questionado se poderia se transferir para o Genoa, outro clube da Série A do Campeonato Italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.