Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Sem espaço, Ceará rescinde contrato com o Inter e deixa o clube

Lateral disputou apenas três partidas pelo clube nesta passagem

O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2017 | 19h30

O Internacional oficializou nesta sexta-feira a rescisão contratual com o lateral-direito Ceará. Um dos grandes ídolos da torcida nos anos 2000, o jogador vinha tendo dificuldades para encontrar espaço no elenco e, após uma conversa com a diretoria, chegou a um acordo para encerrar o casamento com o clube.

"O Sport Club Internacional e o lateral-direito Ceará chegaram a um acordo para o encerramento do contrato. O Colorado agradece ao atleta pelos serviços prestados e deseja sorte na sequência de sua carreira", informou o Inter através de seu site oficial.

A gota d'água para o fim desta passagem de Ceará pelo Inter teria acontecido na última terça-feira. O jogador de 37 anos teria ficado irritado por ser substituído no intervalo da partida contra o Paraná, no Beira-Rio, após tanto tempo afastado da equipe.

Ceará disputou somente três partidas no ano pelo Inter e, antes do duelo com o Paraná, estava há quatro meses sem jogar. Ele teria considerado um desrespeito a decisão de Guto Ferreira de substitui-lo após apenas 45 minutos em campo e procurado a diretoria para rescindir o contrato.

Apesar do fim turbulento nesta relação, Ceará ficará marcado por sua primeira passagem pelo Inter, entre 2005 e 2007. Em 2006, foi fundamental para a conquista do Mundial de Clubes e sua atuação na final diante do Barcelona, na qual teve a incumbência de marcar Ronaldinho, ficou marcada na história colorada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.