Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Sem espaço no Palmeiras, Nathan é oferecido ao Santos

Time da Baixada Santista procura por um zagueiro para ser titular

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2016 | 07h47

Sem espaço no time do Palmeiras, o zagueiro Nathan ainda espera por propostas e seu destino pode ser um rival do time alviverde. O jogador foi oferecido para o Santos, que analisa a contratação, pois tem a contratação de um defensor como uma das prioridades para a temporada. A informação foi divulgada pelo Globoesporte e confirmada pelo Estado.

Inicialmente, o nome não está entre as prioridades, embora o técnico Dorival Júnior goste do zagueiro. Ele o lançou ao time profissional em 2014. A questão é que a diretoria santista procura por nomes mais experientes e um dos cotados é Victor Ramos, outro que também teve passagem recente pelo rival alviverde e tem seus direitos federativos ligados ao Monterrey, do México.

Para Nathan, a transferência poderia ser algo positivo, já que ele teria mais espaço para jogar. No Palmeiras, ele disputa posição com Edu Dracena, Vitor Hugo, Roger Carvalho, Leandro Almeida e Thiago Martins. Nesta quarta-feira, ele não chegou a treinar sequer entre os reservas. Já no Santos, ele teria apenas a concorrência dos jovens Paulo Ricardo e Gustavo Henrique e de David Braz, que deve ser titular, mas se recupera de lesão e a tendência é que perderá as primeiras rodadas do Paulista.

Em relação a Nathan, além do Santos, outros clubes que aparecem como possíveis destinos do jogador são o Goiás, Coritiba e Bahia, que já manifestaram interesse em sua contratação. Recentemente, o XV de Piracicaba tentou levá-lo por empréstimo, mas as conversas não foram adiante.

Enquanto espera pela definição de seu futuro, o zagueiro continua treinando com o elenco do Palmeiras que está concentrado em Itu. A tendência é que ele não viaje para o Uruguai, onde a equipe disputará um torneio amistoso na semana que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.