Emerson Pereira/Bangu
Emerson Pereira/Bangu

Sem espaço no profissional do Corinthians, Marquinhos é emprestado ao Bangu

Criado na base corintiana, meia de 21 anos vai disputar a Taça Rio

O Estado de S.Paulo

02 Março 2018 | 15h02

Sem espaço no Corinthians, o jovem meia Marquinhos foi emprestado ao Bangu para a disputa da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O jogador de 21 anos, que não chegou a ter uma chance no elenco profissional corintiano, foi anunciado pelo novo clube nesta sexta-feira.

+ Corinthians vence a Copa São Paulo de 2017

Marquinhos é cria da base corintiana e foi titular na campanha vitoriosa do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017, conquistada pelo time paulista de forma invicta.

O meia chegou a aguardar pela promoção ao elenco profissional, mas não teve chance e integrou a equipe sub-20 do Corinthians na última temporada. O volante Mantuan, o meia Pedrinho e o centroavante Carlinhos foram escolhidos pelo técnico Fábio Carille para compor o plantel principal no ano passado.

"Fico feliz em poder disputar um campeonato de tamanha importância como o Carioca. Acredito que é uma grande oportunidade que foi concedida pelo Bangu, um clube de muita tradição e que busca reviver seus grandes momentos. Venho trabalhando forte para que nossos objetivos possam ser alcançados", disse Marquinhos.

O jogador se diz motivado para levar o Bangu à semifinal da Taça Rio. Na disputa da Taça Guanabara, o time carioca não chegou à final por muito pouco. Empatou em 2 a 2 com o Boavista na semifinal e não avançou pois o adversário tinha campanha melhor e, com isso, a vantagem do empate. O momento atual, no entanto, não é tão bom. Apenas um ponto somado em dois jogos na Taça Rio e a quarta posição do grupo B, que tem o Flamengo como líder.

"Temos quatro partidas para poder chegar no nosso principal objetivo, que é a classificação ao Campeonato Brasileiro. Acho importante o clube ter essa ambição. Agora, cabe ao elenco correr atrás disso. Entrando em campo concentrados, a possibilidade de alcançarmos todas as metas traçadas é grande", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.