Geoffrey Van der Hasselt/AFP
Geoffrey Van der Hasselt/AFP

Sem espaço no PSG, volante Diarra tem contrato rescindido pelo clube

Ex-Chelsea, Arsenal e Real Madrid, atleta de 33 anos tinha vínculo até junho deste ano

Redação, Estadão Conteúdo

21 de fevereiro de 2019 | 10h14

O Paris Saint-Germain anunciou nesta quinta-feira que o volante Lassana Diarra rescindiu o contrato que tinha com o clube. O compromisso do jogador de 33 anos com o time iria até 30 de junho de 2019, mas acabou sendo rompido com bastante antecedência a este prazo após uma passagem apagada do atleta pela equipe francesa.

Ex-Chelsea, Arsenal e Real Madrid, Diarra havia chegado ao PSG em janeiro de 2018, mas desde então só disputou 19 partidas oficiais pelo time, sendo apenas 12 delas como titular. Neste período, não marcou nenhum gol, e o seu último jogo pela equipe ocorreu no dia 20 de outubro, contra o Amiens, pelo Campeonato Francês.

As lesões e a grande concorrência por uma vaga no meio-campo do time foram obstáculos importantes para a continuidade do jogador no clube, que oficializou a saída do volante por meio de um breve comunicado divulgado em seu site oficial.

"O Paris Saint-Germain e Lassana Diarra chegaram a um acordo para rescindir o contrato que o vinculava até 30 de junho de 2019. O clube agradece a Lassana pelo seu profissionalismo durante sua estada em Paris e lhe deseja o melhor na direção que ele dará agora à sua carreira", escreveu o PSG.

Com 34 partidas pela seleção francesa entre 2007 e 2016, o jogador acumulou quatro títulos pelo time parisiense neste curto período de pouco mais de um ano com a camisa da equipe. Como coadjuvante do atual elenco, ele faturou o Campeonato Francês, a Copa da Liga Francesa, a Copa da França e a Supercopa da França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.