Sem estrelas, Flu estréia na Copa

Sem poder contar com suas duas principais estrelas, os atacantes Romário e Edmundo - o primeiro com cansaço muscular e o segundo machucado -, o Fluminense estréia amanhã na Copa do Brasil enfrentando o Caxias-SC, às 20h30, no Estádio Ernesto Sobrinho. O Tricolor quer se recuperar da derrota para o Flamengo, no Campeonato Carioca, e obter a classificação já nesta partida. Para tanto, precisará ganhar por dois gols de diferença. O problema para conquistar a vaga sem a necessidade do jogo de volta é justamente a ausência da dupla de ataque titular. Neste caso, o técnico Valdyr Espinosa vai ser obrigado a escalar os dois reservas: Marcelo e Alessandro. E ambos ainda não marcaram gols na atual temporada. Portanto, a partida de amanhã é a oportunidade para que eles mudem esta situação. "Tenho que aproveitar este momento. É claro que torço pela imediata recuperação do Romário e do Edmundo. Só que não posso deixar escapar esta chance", disse Alessandro. E Marcelo faz coro com o companheiro. "Seu eu brilhar contra o Caxias posso deixar o treinador na dúvida. Quem sabe ele não passa a escalar três atacantes?" Mas Marcelo se esquece que o meia Roger ainda vai entrar na equipe. E o jogador bem que gostaria de reestrear amanhã com a camisa do Fluminense, mas como ainda precisa aprimorar suas condições físicas, só deverá entrar em campo no próximo sábado contra o Friburguense, pelo Carioca. "Estou ansioso para jogar. Espero poder atuar logo e ajudar meu clube de coração", afirmou. Já o outro recém-contratado, o lateral-esquerdo André Luís, ainda não tem previsão de quando vai estrear. Aliás, ele nem sequer foi apresentado no clube. O jogador só deve chegar ao Rio amanhã ou quinta. E precisará passar por exames médicos, além de uma avaliação das suas condições físicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.