Sem força física, Grafite é barrado

Grafite não enfrenta o Guarani, sábado, às 16 horas, no Morumbi. Os resultados dos testes de avaliação física feitos na terça-feira condenaram o jogador, apontando índices baixos demais no quesito força - uma de suas especialidades. O atacante do São Paulo vai trabalhar dobrado a partir de amanhã e só voltará a ser aproveitado quando estiver 100% fisicamente. Cuca ainda não definiu quem vai herdar a posição de Grafite. No coletivo de hoje, o time titular treinou com Tardelli (depois Rondón) e Jean. Grafite só acabou entrando nos minutos finais, após fazer um trabalho à parte. Após o treino, Cuca sentou-se ao lado do jogador e explicou as razões que o levaram a sacá-lo da equipe. Conversaram por 20 minutos, aproximadamente. Quando terminaram a conversa, Grafite foi direto para o vestiário, sem conversar com os jornalistas. O técnico jura que não tem nada a ver com o silêncio do atacante, embora reconheça que Grafite não gostou do que ouviu. "Contente é que ele não poderia ficar. Espero que o Grafite tenha a consciência de que precisa melhorar. Por ser um jogador de explosão, precisa de força". Além de Grafite, os testes do zagueiro Rodrigo e do atacante Rondón também ficaram abaixo da média. Ambos vão treinar em dois períodos, junto com Grafite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.