Caroline Seidel/EFE
Caroline Seidel/EFE

Borussia Dortmund vence amistoso após estreia na Liga Europa

No Japão, Atlético de Madrid precisa de pênaltis para bater rival

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2015 | 13h52

Faltando duas semanas para o início do Campeonato Alemão, três dos principais clubes da competição foram a campo neste sábado para dar sequência à preparação para o torneio nacional. Borussia Dortmund, mesmo sem contar com todos os titulares, Bayer Leverkusen e Borussia Moenchengladbach venceram seus amistosos.

Dois dias após estrear na Liga Europa, o time de Dortmund derrotou por 2 a 0 o Betis, que voltará a competir na primeira divisão espanhola nesta temporada, na cidade de Wuppertal. Adrian Ramos e Oliver Kirch marcaram os gols da partida, que não teve Hummels, Gundogan, Reus e Aubameyang.

Depois do amistoso, o Borussia Dortmund fará o jogo da volta na Liga Europa, na quinta-feira. Enfrentará novamente o Wolfsberger, da Áustria, na fase preliminar da competição europeia. Por ter vencido por 1 a 0 na ida, avança mesmo com um empate.

Também neste sábado o Bayer Leverkusen derrotou o Chievo Verona por 3 a 1. Admir Mehmedi, Omer Toprak e Stefan Kiessling marcaram pela equipe alemã. E M''Poku descontou para o time italiano. Já o Borussia Mönchengladbach bateu o Newcastle por 1 a 0. Thorgan Hazard anotou o único gol da partida, no segundo tempo.

Outros dois times alemães entraram em campo neste sábado. E não fizeram feio. O Augsburg goleou o Toulouse, da França, por 5 a 0, enquanto o Colonia bateu o Stoke City por 2 a 1.

GOL OLÍMPICO

Jogando no Japão, o Atlético de Madrid empatou com o anfitrião Sagan Tosu por 1 a 1, mas ganhou nos pênaltis pelo placar de 4 a 1. O gol dos espanhóis saiu em uma bela cobrança de escanteio de Koke, aos 18 minutos de jogo. O empate aconteceu em gol contra de Stefan Savic, aos 38 minutos do segundo tempo.

Foi o terceiro amistoso do Atlético em sua pré-temporada. Nos duelos anteriores, derrotou o Numancia e o Real Oviedo, ambos também da Espanha, pelo placar de 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.