Sem forçar o ritmo, o Fluminense goleia o América

Equipe das Laranjeiras faz 6 a 1 e praticamente garante vaga às semifinais da Taça Guanabara

07 de fevereiro de 2008 | 00h08

Sem forçar o ritmo, o Fluminense goleou o América, por 6 a 1, nesta quarta-feira à noite, no Maracanã. Com a vitória, a equipe tricolor praticamente garantiu classificação para as semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca). Só um desastre tira essa vaga do time das Laranjeiras. Veja também: Vasco vence, mas Romário diz que está fora do clube Para conseguir essa façanha, o Fluminense terá que perder o clássico para o Flamengo, domingo, no Maracanã, e o Macaé golear o Boavista, fora de casa, no mesmo dia. Já o América segue sem pontuar, é o lanterna do Grupo A e vai lutar para não ser rebaixado no Estadual do Rio. Fluminense6Fernando Henrique; Gabriel (Rafael), Thiago Silva, Roger     e Júnior César; Ygor (Cícero), Maurício e Conca; Dodô, Leandro Amaral e Washigton (Fabinho)Técnico: Renato GaúchoAmérica1Fábio Carvalho; Bruno Carvalho    , Cleiton    , Márcio Abrahão e Messias; Danilo, Léo Maringá, Éverton     e Aron    ; Lourival (Neném) e Eraldo (Marco Brito)Técnico: GaúchoGols: Roger, aos 18; e Washington, aos 26 minutos do primeiro tempo; Dodô, aos 10; e Leandro Amaral, aos 16; Washington, aos 25; Bruno Carvalho, aos 41; e Leandro Amaral, aos 43 minutos do segundo tempoÁrbitro: Wagner GuimarãesEstádio: Maracanã Debaixo de chuva, o Fluminense atuou o necessário para superar com facilidade o fraco time do América, que marca mal e ataca pior ainda. A equipe comandada por Renato Gaúcho fez o primeiro gol, com Roger, aos 18 minutos do primeiro tempo, o que facilitou a vida dos tricolores. Exposto, o América foi presa fácil para trio de ouro do Fluminense, formado por Dodô, Leandro Amaral e Washington. Dodô balançou a rede apenas uma vez. Já Washington fez dois gols, tem seis no campeonato, alcançando a vice-artilharia. Muriqui, do Madureira, é o goleador do Carioca, com sete. Leandro Amaral também fez dois gols - o último, uma pintura, encobrindo o goleiro Fábio Carvalho. Por mais absurdo que pareça, a goleada poderia ter sido maior, mas o time das Laranjeiras tirou o pé do acelerador.  Talvez tenha sentido pena de um time que já trocou três vezes de treinador, não tem padrão de jogo e conta com um elenco muito ruim. Quase no fim a partida, Bruno Carvalho descontou. Ele aproveitou falha incrível do goleiro Fernando Henrique.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFluminenseAmérica-RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.