Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Sem Fred, Fluminense recebe o Corinthians e quer encerrar sequência negativa

Equipe carioca vem de um empate, para o Atlético-GO, e duas derrotas, para São Paulo e Flamengo

Redação, Estadão Conteúdo

13 de setembro de 2020 | 10h51

Sem Fred, diagnosticado com covid-19, o Fluminense entra em campo neste domingo, às 16 horas, diante do Corinthians, com a missão de encerrar uma sequência de três partidas sem triunfar no Campeonato Brasileiro. O duelo da décima rodada será disputado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

O Fluminense vem de um empate com o Atlético-GO (1 a 1) e derrotas para São Paulo (1 a 3) e Flamengo (1 a 2). Com isso, soma 11 pontos e perdeu posições na tabela de classificação. Em nove confrontos no campeonato, são três vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Os jogadores entendem que o time precisa dar uma resposta logo, mas consideram que a equipe está no caminho certo e que detalhes impediram um resultado melhor nos últimos jogos.

"A gente estava vindo de uma sequência boa. Acabou que por detalhes nesses três últimos jogos, nós não conseguimos o resultado. Mas é o que o Odair sempre fala: não são nos resultados bons que vamos achar que está tudo certo. Nem nos resultados ruins que está tudo errado. A gente vem trabalhando, a gente tem que buscar melhorar sempre", analisou o volante Yuri.

Fred ficou de fora do jogo contra o São Paulo, domingo passado, no Morumbi, depois que sua mulher testou positivo para o novo coronavírus. O centroavante, então, foi submetido a testes na segunda e quarta-feira, que deram negativo. Com isso, o jogador pôde estar em campo no clássico contra o Flamengo, quarta-feira, no Maracanã. No entanto, fez novos exames que indicaram que foi infectado pelo vírus, e, assim, terá de cumprir isolamento.

Sem Fred e com a saída de Evanilson, negociado com o Porto, de Portugal, o técnico Odair Hellmann deverá mais uma vez improvisar o meia Nenê no comando do ataque, assessorado pelos lados do campo por Wellington Silva e Fernando Pacheco. Marcos Paulo também aparece como opção pelas beiradas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.