Divulgação/Ag. Palmeiras
Divulgação/Ag. Palmeiras

Sem ganhar chances no Palmeiras, Zé Rafael jogou apenas uma vez em 2019

Em seu começo no clube alviverde, meia contratado junto ao Bahia é visto por Felipão como substituto de Dudu, quem mais atuou no time

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2019 | 09h48

Um dos primeiros contratados para a temporada 2019 do Palmeiras, o meia Zé Rafael não vem tendo chances de mostrar o seu futebol dentro de campo. Sendo um dos principais atletas do Bahia em 2018, ele chegou ao clube alviverde como esperança de melhora no setor ofensivo, mas praticamente não conseguiu oportunidades no time titular.

Após dois meses em seu novo clube, o meia atuou apenas uma vez na temporada: ele enfrentou o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista, tendo ainda sido substituído no segundo tempo, e ficou fora do time nas demais partidas. Seu retrospecto só não é pior que o do volante e lateral Jean, que ainda não entrou em campo neste ano pelo torneio estadual.

De acordo com o técnico Luiz Felipe Scolari, a dificuldade de Zé Rafael de entrar no time tem um motivo: a boa fase de Dudu. Principal jogador do elenco alviverde, ele atuou em quase todas as partidas do clube no ano, e tem agradado bastante ao treinador. O que faz o meia ex-Bahia ter que esperar mais por uma oportunidade -  quando ele atuou, Dudu também estava em campo.

"(Zé Rafael) teve pouca chance porque eu entendo que na posição onde ele joga, que é no lado esquerdo, eu tenho o Dudu. Ele vem dando conta tranquilamente do que eu desejo", explicou Felipão. "No momento em que eu achar interessante colocar, vou colocar. Mas ele tem treinado normalmente, faz o seu trabalho e vai esperar uma chance".

O meia, no entanto, afirmou no início da temporada que pode atuar também do lado direito do campo. A vaga, apesar disso, segue sendo disputada por Felipe Pires e Carlos Eduardo,  que não têm ido bem e alternam entre a titularidade e o banco de reservas, e mais posteriormente, o atacante Willian, que se recupera de lesão. Pelo centro, Gustavo Scarpa e Lucas Lima  têm sido os armadores escolhidos por Felipão. E o recém-contratado Ricardo Goulart também ascendeu ao onze titular, diminuindo as suas chances.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.