Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Sem Ganso, Muricy indica volta de Jadson ao São Paulo

Treinador aposta em seu jogador e na manutenção do esquema do time

Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 13h52

SÃO PAULO - Muricy Ramalho não revelou qual será a escalação do São Paulo para o clássico com o Corinthians, domingo, no Morumbi. O treinador, porém, indicou nesta sexta-feira que não deve fazer maiores mudanças na equipe, que vem embalada com duas vitórias seguidas, a última delas sobre o líder Cruzeiro. Sem poder contar com Paulo Henrique Ganso, suspenso, Muricy sinalizou o retorno de Jadson entre os titulares. "Não adianta mudar muito o time. O elenco não é tão grande. A gente lamenta a ausência do Ganso pelo momento em que ele está, melhorando a cada jogo. Então, sai um meia e deve entrar outro meia", disse o técnico, que confirmou o ataque com uma dupla.

Ademilson deve atuar ao lado de Luis Fabiano, que foi liberado do departamento médico e deve ser confirmado no treino deste sábado. "Mudei um pouco o nosso time para o centroavante não ficar sozinho. Hoje em dia, estão até tirando centroavante em alguns lugares. Então, estamos procurando alguém para chegar mais perto para dividir as atenções da dupla de zaga adversária. Se deixar um só na frente é difícil esse atleta jogar", explicou Muricy.

Luis Fabiano não é o único com boas chances de voltar ao São Paulo. Rafael Toloi e Denilson também foram liberados e podem entrar em campo neste domingo contra o Corinthians. O primeiro deve compor a zaga com Paulo Miranda ou Edson Silva. Denilson pode substituir o suspenso Wellington. Rogério Ceni, por sua vez, reassumirá seu posto após cumprir suspensão contra o Cruzeiro. Denis voltará ao banco de reservas após segurar o time do Cruzeiro em Minas. "Ele é importante sempre. Não é importante só na volta para o clássico, mas para ajudar o grupo. Contra o Cruzeiro, Ceni se propôs a ir ao jogo, esteve no hotel e na preleção com a gente. Esse sacrifício que fez para apoiar a equipe, ainda mais em um jogo tão difícil como aquele, mostrou a importância dele para o grupo", elogiou Muricy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.