Sem garantias, Botafogo não viaja

O presidente do Botafogo, Mauro Ney Palmeiro, cancelou hoje a excursão que o clube faria pela Europa. O dirigente culpou o empresário que estava intermediando a viagem, que serviria como preparação do Alvinegro para o Campeonato Brasileiro, já que o time não está disputando a Copa dos Campeões, como as demais equipes grandes cariocas. "Ele ficou de depositar o dinheiro numa conta da agência de viagem, mas não o fez. Além disso, as garantias que exigimos, não chegaram", afirmou Mauro Ney. De acordo com o dirigente, o cancelamento da excursão não foi um fato ruim para o Botafogo porque o time retornaria ao Brasil poucos dias antes da estréia no Brasileiro, em 10 de agosto, contra o Santos. "O Botafogo iria ganhar muito pouco por tamanho esforço que faríamos e chegaríamos em cima da estréia na competição", disse Mauro Ney. O dirigente revelou que o clube será obrigado a procurar amistosos dentro do Brasil para facilitar o trabalho do novo técnico, Arthur Bernardes, que ainda precisa observar melhor os jogadores a sua disposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.