Sem Gilmar, Náutico tenta sair da zona de rebaixamento

O Náutico tem neste sábado uma boa chance de sair da zona de rebaixamento do Brasileirão, quando visita o Avaí, a partir das 18h30, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Mas o time pernambucano terá o importante desfalque do atacante Gilmar, que não poderá jogar pela primeira vez neste ano.

ANGELA LACERDA, Agencia Estado

15 de agosto de 2009 | 08h10

Veja também:

linkAvaí defende invencibilidade no jogo contra o Náutico

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Nesta temporada, Gilmar disputou as 22 partidas do Campeonato Pernambucano, as seis da Copa do Brasil e as 18 rodadas do Brasileirão. Mas sofreu uma contratura muscular na perna direita e não poderá jogar neste sábado. Assim, o Náutico fica sem o seu artilheiro - ele já fez nove gols no campeonato.

Além de Gilmar, o técnico Geninho terá as ausências do volante Johnny e dos zagueiros Vágner e Claudio Luiz, todos suspensos. Mesmo assim, ele mantém a confiança no Náutico, que venceu os dois últimos jogos (Corinthians e Santo André), pulando da lanterna para a 17.ª colocação, com 18 pontos ganhos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroNáutico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.