Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Sem Guerrero, reservas do Inter goleiam Sindicato de Atletas em jogo-treino

Peruano continua se preparando para reforçar a equipe quando sua suspensão por doping acabar, em abril

Redação, Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2019 | 13h38

Ainda sem Paolo Guerrero, o Internacional disputou nesta terça-feira um jogo-treino contra o Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul. O técnico Odair Hellmann levou a campo uma escalação quase inteira formada por reservas no CT do Parque Gigante e, mesmo assim, o time colorado não teve qualquer dificuldade para fazer 9 a 1.

Havia a expectativa de que Guerrero pudesse enfrentar um adversário pela primeira vez desde que chegou ao Inter, mas a comissão técnica entendeu que seria melhor que ele não atuasse. Assim, o jogador segue se preparando para reforçar a equipe quando sua suspensão por doping acabar, em abril.

Nesta terça, Odair não levou a campo nenhum jogador que foi titular diante do Caxias, no fim de semana. A equipe reserva foi reforçada por Nico López, que estava suspenso, além de nomes como Iago, Patrick e D'Alessandro. A atividade foi dividida em três tempos, sendo dois de 30 e outro de 40 minutos.

O Inter iniciou o jogo-treino com: Daniel; Bruno, Klaus, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Lindoso, Patrick, D'Alessandro, Rafael Sobis e Nico López; Tréllez. Depois, em meio às mudanças, encerrou a atividade com: Keiller; Heitor, Roberto, Bruno Fuchs e Ramon; Rithely, Camilo, Richard, Sarrafiore e Wellington Silva; Guilherme Parede.

Os gols colorados na goleada foram marcados por Rafael Sobis e Guilherme Parede, duas vezes cada, Nico López, Tréllez, Sarrafiore, Wellington Silva e Richard. Na quarta-feira, o time retoma a preparação para o duelo de domingo diante do Avenida, no Estádio dos Eucaliptos, pelo Campeonato Gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.