Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Sem Guilherme, Tite deve apostar em Ibson no meio de campo

Volante do Corinthians se machucou na partida contra o Fluminense e para por até 60 dias

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - O volante Guilherme, que tinha se firmado como substituto de Paulinho, sofreu uma séria lesão muscular e vai desfalcar o time pelos próximos dois meses – embora o departamento médico do Corinthians não se arrisque a fixar um prazo para ele voltar a jogar.

Ibson é o favorito para virar titular já na partida de domingo contra o Coritiba no Pacaembu. Renato Augusto também vira opção, porque atuou como segundo volante, no Flamengo.

Guilherme se machucou na partida de quarta-feira contra o Fluminense. Ele rompeu o músculo adutor da coxa esquerda e chegou a chorar no vestiário, segundo Tite.

“Um dos jogadores que mais o consolaram foi o Ibson, seu concorrente de posição, com lealdade. Isso é o que eu passo aos jogadores.”

Se Ibson não entrar bem no time, é possível que Tite passe a testar Renato Augusto na função. O treinador já havia cogitado essa hipótese, mas disse que era necessário um período maior de treinamento.

O setor de meio-campo sentiu muito a saída de Paulinho, vendido ao Tottenham, da Inglaterra. Era ele o jogador que, além de marcar, apoiava o ataque com eficiência e ainda fazia gols importantes.

Quando Guilherme virou titular o time perdeu um pouco de poder ofensivo, embora tenha ganho mais marcação – o Corinthians tem a melhor defesa do campeonato, com apenas seis gols sofridos em 14 rodadas.

Tite não confirmou se fará outras modificações no time após o empate contra o Fluminense.  Mas ele deu a entender que também terá de priorizar a Copa do Brasil a partir da semana que vem, quando o time estreia na competição contra o Luverdense fora de casa. “Jogar dois torneios ao mesmo tempo atrapalha um pouco, vamos ter de priorizar para ter resultados.”

Danilo estará à disposição para começar jogando – ele começou no banco contra o Fluminense. Renato Augusto e Douglas também disputam posição na armação. No ataque, fica a dúvida se Tite dará nova chance a Alexandre Pato depois da atuação apagada que ele teve contra o time carioca. O problema é que Pato voltará a ter concorrência de Guerrero, que retornou ao Brasil depois de defender a seleção peruana.

Após o empate contra o Fluminense, o jogo contra o Coritiba ganhou em importância porque é um adversário que está na frente do Corinthians na classificação (24 a 22 pontos), portanto é um concorrente direto a um posto no G-4.

MUDANÇAS NO MARKETING

O Corinthians informou ontem mudanças no departamento de marketing.  O diretor Ivan Marques pediu desligamento do cargo, o que foi aceito pela diretoria. Um novo diretor deve ser nomeado. Marques é publicitário e um dos donos de uma grande agência.

No clube, porém, isso não é prioridade no momento, uma vez que os principais contratos de publicidade, como o patrocínio de camisa e material esportivo, já estão encaminhados. A Caixa vai continuar no clube em 2014.

A venda dos “naming rights” do estádio está sendo negociada diretamente por Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e responsável pelo Itaquerão, com o aval do presidente Mário Gobbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.