Sem jogar a toalha, Atlético-MG encara a embalada Ponte Preta por reabilitação

O Atlético Mineiro viu o Corinthians abrir oito pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro graças à goleada sofrida para o Sport por 4 a 1 na última rodada. Apesar de o sonho do título ter ficado mais distantes, o time ainda não jogou a toalha e buscará a reabilitação neste domingo, às 19h30, contra a Ponte Preta, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 32.ª rodada.

Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2015 | 08h01

A boa notícia para o torcedor atleticano é que o técnico Levir Culpi terá todos os titulares à disposição. O zagueiro Leonardo Silva e o meia Dátolo estão recuperados de lesão, enquanto que o atacante Luan retorna de suspensão. O trio foi confirmado na equipe titular. "Ainda restam sete rodadas e tudo pode acontecer, mas, para isso, temos que vencer a Ponte Preta e o Corinthians para tentar diminuir a vantagem e entrar na briga de vez. Esperamos fazer um grande jogo no domingo e dar a vida para o Atlético sair vitorioso", destacou Luan.

O adversário, no entanto, promete dar muita dificuldade ao time mineiro. A Ponte Preta vem uma ascensão impressionante na reta final da competição - foram seis vitórias nos últimos sete jogos. O bom momento colocou a equipe de Campinas na briga por uma vaga na Copa Libertadores.

Vale lembrar que o Atlético entrará em campo já sabendo o resultado do jogo do Corinthians. O time alvinegro de São Paulo encara o Flamengo às 17 horas, em São Paulo. Se o líder perder, a equipe mineira tem a oportunidade de diminuir para cinco pontos a diferença. E, na próxima rodada, o Atlético receberá o Corinthians, em Belo Horizonte.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.