Sem jogar bem, Corinthians bate o Botafogo-SP por 2 a 0

No Pacaembu, alvinegro paulista ganha com gols de Chicão e Diogo e está em terceiro no Paulistão

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

28 de janeiro de 2009 | 23h54

SÃO PAULO - Sem brilhar e jogando de forma burocrática, o Corinthians garantiu na noite desta quarta-feira sua segunda vitória no Campeonato Paulista, a primeira em casa. No Pacaembu, com um gol em cada tempo, o alvinegro superou o Botafogo-SP por 2 a 0, em confronto válido pela terceira rodada da competição.Veja também:Mano admite que Corinthians ainda não rendeu o esperadoCorintianos admitem fraca atuação contra o Botafogo-SP Ouça os gols no Território Eldorado Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Apesar de ainda não ter apresentado o futebol que a torcida esperava na temporada 2009, a equipe de Mano Menezes assumiu a terceira colocação no campeonato, com sete pontos, atrás do líder Palmeiras, que tem 100% de aproveitamento (nove pontos após três jogos), e do São Paulo, que tem a mesma pontuação, mas um melhor saldo de gols (4 a 3). Já o time de Ribeirão Preto está em 17.° lugar, com apenas um ponto e na zona de rebaixamento.Como Santos e Mirassol se enfrentam nesta quinta-feira na Vila Belmiro, apenas um deles poderá ultrapassar o Corinthians e por isso o time certamente encerrará a rodada entre os quatro primeiros, na zona de classificação para a semifinal do torneio.Apesar a boa campanha, o desempenho corintiano dentro de campo não tem agradado. Nesta quarta, a equipe precisou de uma grande ajuda do atacante adversário Fábio Oliveira para abrir o marcador, já que logo aos 2 minutos de jogo ele colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Com categoria, Chicão bateu no canto e fez o único gol da noite. Corinthians2Felipe; Alessandro, William    , Chicão e André Santos; Cristian, Elias, Wellington Saci (Diogo) e Lulinha     (Túlio); Otacílio Neto (Fabinho) e SouzaTécnico: Mano MenezesBotafogo-SP0Paulo Musse; Marco Aurélio, Fernando    , Everton e Calixto; Augusto Recife, Jonilson, Branquinho (Frontini) e Paulo Santos (Guilherme); Thiago Silvy e Fábio Oliveira    (Fabinho)Técnico: Arthur NetoGols: Chicão (pênalti), aos 3 minutos do primeiro tempo, e Diogo, aos 38 minutos do segundo tempoÁrbitro: Rodrigo BraghettoRenda: 8974 pagantesPúblico: R$ 204.388,50Estádio: Pacaembu, em Sâo Paulo (SP)Depois de inaugurar o placar, o Corinthians, que mais uma vez não pôde contar com os lesionados Douglas e Jorge Henrique (foram substituídos por Lulinha de Otacílio Neto), se acomodou em campo e ainda levou pressão do Botafogo-SP na etapa inicial. Aos 31 minutos, Paulo Santos teve grande chance e Felipe foi obrigado a fazer defesa à queima roupa.No segundo tempo, depois da 'bronca' de Mano no vestiário, os mandantes voltaram com mais vontade e impuseram seu ritmo sobre o adversário, que mostrava muita fragilidade na defesa e boas jogadas no ataque, armadas principalmente pelo bom meia Branquinho.MELHORANo entanto, com a entrada de Diogo no lugar de Wellington Saci, que deixou o gramado machucado, o Corinthians evoluiu e só não fez o segundo gol aos 20 minutos porque, após belo passe de Otacílio Neto, Diogo e Souza se atrapalharam na pequena área e a bola saiu por cima do gol.Mas, aos 38 minutos, o ex-atleta do Sport Recife se redimiu. Da entrada da área, ele arriscou e acertou o canto do goleiro Paulo Musse, que não teve nenhuma chance de defesa. Com o triunfo garantido, o time da casa só tocou a bola e esperou o apito final do árbitro. Agora, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, quando recebe o Oeste a partir das 17 horas. No mesmo dia, o Botafogo atua fora de casa contra o Marília, às 19h10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.